Bruno Covas apresenta piora e tem acúmulo de água no pulmão e abdômen

prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) , apresentou piora no quadro de saúde nos últimos dias, o que provocou o acúmulo de água no pulmão e abdômen. De acordo com a equipe médica do Hospital Sírio Libanês , o problema foi diagnosticado em exames realizados na última segunda-feira (19), quando se iniciou o tratamento por meio de drenagem.

Covas está internado desde a semana passada para tratar um câncer descoberto em 2019. O prefeito ainda realiza sessões de quimioterapia e imunoterapia. Na última semana, Bruno Covas descobriu novas metástases nos ossos e fígado .

“A inflamação causada pelo tumor, que se localiza no fígado, causou um acúmulo de líquido no abdômen e no pulmão. Até a retirada desses drenos, o prefeito deve continuar internado. Não tem data previsível, depende da diminuição de fluxo”, explicou David Uip, médico responsável pelo tratamento de Covas.

Embora o peso do prefeito tenha se mantido estável nos últimos meses, a equipe médica implantou um cateter para aumentar a suplementação nutricional.

“Diante da possibilidade de enfrentar esse tratamento, é ideal que a pessoa tenha o melhor suplemento nutricional possível. Não é possível almoçar duas vezes, jantar duas vezes, então, o catéter complementa a alimentação convencional dele”, afirmou o médico Artur Kats.

Mesmo em tratamento, Bruno Covas continua despachando documentos da prefeitura do hospital. Não há previsão de alta para o prefeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui