Morre Joácio Morais, ex-secretário de Saúde do Estado e irmão de ex-senador Efraim Morais

Morreu na madrugada desta quarta-feira (14), aos 71 anos, o médico José Joácio Morais, irmão do ex-senador Efraim Morais. Ele estava internado em um hospital de João Pessoa e foi vítima de problemas cardíacos.

Joácio também foi prefeito de São Mamede, entre 1993 e 1996, e secretário de Saúde do Estado na gestão de Cássio Cunha Lima. Ele ocupou o cargo de diretor do Hospital Casa de Saúde e Maternidade Nossa Senhora da Conceição.

O médico deixa esposa e três filhos. O corpo será sepultado ainda nesta quarta, no cemitério de São Mamede.

Biografia

José Joácio de Araújo Morais, conhecido como Dr. Joácio nasceu em 01 de Dezembro de 1949, na fazenda Lapa município de São Mamede, filho de Inácio Bento de Morais e Joanita Araújo (in-memoriam).

Teve seus primeiro passos iniciados naquela fazenda onde estudou as primeiras letras com a professora Benvinda Medeiros. Veio morar na Zona Urbana e passou a frequentar a Escola do Batalhão do Exercito tendo como professoras Dona Benvinda e Dona Naide.

Estudou também no Grupo Escolar Seráfico Nobrega com a professora Dona Dabezinha. Parte de sua infância e adolescência Joácio aproveitou e se divertiu nos logradouros de São Mamede, indo residir em Santa Luzia e passou a estudar no Grupo
Escolar Coelho Lisboa, onde concluiu o curso primário com a professora Gisete Torres. Prestou Exame de admissão no Colégio Pio X em João Pessoa seus pais tinham uma visão de futuro na educação e lavaram Joácio e Efraim para estudarem em João Pessoa. Passaram pelo Colégio Pio X e pelo Liceu Paraibano, Joácio tendo como meta fazer medicina, foi estudar no Colégio Universitário da Paraíba e em 1965 prestou vestibular para medicina na UFPB, sendo logo aprovado. Durante o período de Universidade, com excelente desempenho escolar, passou a ser monitor de algumas disciplinas nas horas vagas, ministrando aulas de Química no Colégio das Lourdinas e ciências no Colégio Nossa Senhora da Salete ambos em João Pessoa. Logo passou a estagiar na maternidade Cândida Vargas e no Hospital de Rio Tinto.

Em 1972, casou-se com Verônica Maria de Araújo Morais, na Matriz Nossa Senhora da Conceição em São Mamede. Constituindo uma família de três filhos, duas noras, um genro e seis netos, muito bem alicerçados na fé e amor de Deus.

Concluiu um curso de medicina em 1973 após vários anos de estudando no Rio de Janeiro e São Paulo. Incentivado pelo seu pai voltou para São Mamede para administrar a casa de saúde e maternidade Nossa Senhora da Conceição; seu trabalho de dedicação e sucesso estendeu-se por todo o Vale do Sabugi, pois tinha como lema “ATENDER, SALVAR E DEVOLVER A SAÚDE A TODOS QUE O PROCURASSEM” Joácio desenvolver uma trajetória na região assumindo a direção da Agência do INSS em Pato; também foi Secretario de Saúde de São Mamede.

Além de profissional de saúde competente e bem sucedido atuou como politico sendo por uma vez vice-prefeito (de 1989 a 1992) e por um mandado prefeito municipal de São Mamede (de 1993 a 1996).

Em 1983, voltou a residir em João Pessoa, passando a dirigir o PAM (Posto de Assistência Medica de Jaguaribe), onde acompanhou a implantação do SUS com todas as mudanças na politica nacional de saúde. Foi coordenador regional da FUNASA (Fundação Nacional de Saúde) em Jaguaribe, João Pessoa, e em 2003 assumiu a Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba.

Seu hobby era viajar, saborear bons pratos e colecionar carros antigos. Autor de um livro, intitulado “Inácio Bento de Morais – O Expedicionário” mais uma grande realização sua. Foi um excelente esposo, pai, sogro, avó e companheiro.

Como agropecuarista da região sofreu como todos pelas irregularidades da natureza. Cristão católico faz parte com sua esposa dos agentes de pastorais da Igreja de Santo Antônio de Lisboa – Tambaú em João Pessoa.

Esse percurso de vida de Joácio serve como roteiro básico a ser seguido para se constituir uma bela historia de sucesso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui