A pedido de Sampaoli, Olympique oferece R$ 160 milhões ao Flamengo para contratar Gérson

Unanimidade pelo Flamengo, convocado pela seleção olímpica e agora também assediado oficialmente pelo mercado europeu. Novidade na última lista do Brasil antes da relação definitiva para os Jogos Olímpicos de Tóquio, Gerson está na mira do Olympique de Marselha a pedido de Jorge Sampaoli, e os franceses já formalizaram uma oferta de 25 milhões de euros (R$ 160 mi na cotação atual) mais aditivos por metas. A diretoria rubro-negra ficou de avaliar.

Esta é a segunda investida do clube de Marselha pelo volante. A primeira foi considerada baixa e o Flamengo sequer abriu conversas, mas, ciente das pretensões rubro-negras no mercado, o Olympique enviou o ex-atacante Túlio de Mello e um sócio francês para intensificar as tratativas. A dupla foi responsável pela negociação de Thuler com o Montpellier recentemente e tem bom diálogo com a diretoria.

O Flamengo não descarta avançar na negociação, mas trabalha por cláusulas de bônus que façam com que o montante possa chegar aos 30 milhões de euros, além de exigir a manutenção de percentual de Gérson para venda futura. Marcos Braz e Bruno Spindel já se reuniram com Marcão, pai de Gérson, e os dois representantes do Olympique.

A situação contratual de Gérson, por sinal, é prioridade no Flamengo. O volante tem um dos menores salários entre os titulares e o clube entende que um reajuste é emergencial. A promessa era de que o aumento aconteceria até o fim de 2020, mas a pandemia fez com que os planos fossem adiados.

O Flamengo sabe que Gérson é o jogador do elenco com maior potencial de mercado e a dúvida agora está em esticar a corda nas negociações com o Olympique de Marselha ou aguardar a abertura da janela na expectativa por ofertas de clubes de maior expressão. O tema é tratado com paciência nos bastidores.

O volante rubro-negro volta ao time no Fla-Flu deste sábado, após duas semanas se recuperando de uma lesão muscular. Gérson é um desejo antigo de Sampaoli, que o indicou assim que chegou ao Olympique, em março, como informou na época o jornalista Giuliano Cossenza.

Gérson teve 100% dos direitos econômicos comprados ao Roma em julho de 2019 por € 11,8 milhões (cerca de R$ 49,7 milhões na época). Desde então, o volante conquistou sete títulos pelo clube, participou de 100 jogos e marcou sete gols.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui