MUDANÇA: Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania de João Pessoa ganha novo endereço para facilitar atendimento à população; confira

A Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania de João Pesssoa (SEDHUC) agora tem uma nova sede localizada no Centro da Capital e que também passou a atender, nesta segunda-feira (03), as pessoas que precisarem dos serviços relacionados ao Cadastro Único (CadÚnico) e ao programa Bolsa Família. De acordo com o secretário João Corujinha, a mudança veio com o objetivo de centralizar  serviços essenciais e que atendem milhares de famílias. O novo prédio fica localizado na Rua Braz Florentino, 138, junto à Praça Barão Rio Branco.

“Estamos realizando uma mudança que vai centralizar o atendimento do público em um endereço que todos conhecem na cidade. Também estamos com um espaço mais confortável para a população e seguindo todos os protocolos sanitários necessários. A troca de local é um dos pontapés dessa gestão que veio transformar a vida daqueles que mais precisam. Além disso, em breve também vamos espalhar esses atendimentos para os Centro de Referência da Assistência Social (Cras) da Capital”, informou o secretário,

.

Atualmente, em João Pessoa, o CadÚnico atente 107 mil pessoas e o Bolsa Família 57 mil. Segundo Raquel Feitosa, coordenadora dos programas, quem precisa se cadastrar e ainda não tem o Número de Identificação Social (NIS) deve procurar o Cras ou Centro de Referência da Cidadania (CRC) do seu bairro. Já quem precisa atualizar o cadastro deve se dirigir ao novo espaço portando RG, CPF, Título de Eleitor, Carteira de Trabalho, Certidão de Nascimento e Comprovante de Residência. Os atendimentos são realizados por agendamento prévio através dos telefones (83) 98772-5104, (83) 98713-0983 e (83) 3214-3600.

Assistência Social na pandemia

Segundo Benicleide Silvestre, diretora da Assistência Social em João Pessoa, a diretoria também está mudando para o novo prédio junto com as proteções sociais básica, média e alta. “Essa integração da diretoria no mesmo prédio do Bolsa Família e do CadÚnico é muito importante para acompanhar de perto todo o processo de trabalho e fortalecer a política da assistência que hoje atende mais de 50% da população da Capital”, disse Benicleide.

Ainda segundo a diretora, para atender à população nesse tempo de pandemia houve um aumento no acompanhamento às pessoas em situação de rua, na distribuição de alimentos, com o Ruartes, além da ampliação no número de vagas das instituições de acolhimento. “Nós não paramos de prestar assistência à população, muito pelo contrário, aumentamos os atendimentos e eles estão sendo realizados com todos os cuidados, obedecendo os protocolos. Nossa certeza é a de que não vai faltar assistência”, enfatizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui