Após fala de Antônia Fontenelle, Juliette desabafa sobre xenofobia: “Isso machuca”

Nesta segunda (12), Antônia Fontenelle foi acusada de xenefobia após fazer um vídeo usando “paraibano” como um adjetivo negativo. Nas redes sociais, Juliette se manifestou falando sobre o assunto no Twitter e também no Instagram. “Essa não é a primeira vez que eu escuto alguém usar o termo ‘Paraíba’ de forma pejorativa. Paraíba é o estado, nós somos paraibanos. Se você quer usar um termo ruim, use agressor, criminoso”, começou ela em um vídeo no story do Instagram.

“Procure qualquer outro, isso não é brincadeira, isso não é leve, isso machuca e reproduz um discurso de ódio e xenofóbico. ‘Ah, foi sem maldade’. Pouco importa. É sem maldade, mas machuca”, concluiu ela.


Já no Twitter, Juliette também escreveu: “Não é força de expressão, é xenofobia. Não existe “ser Paraíba” e “fazer paraibada”. Existe ser PARAIBANA/O, o que sou com muito orgulho. Tire seu preconceito do caminho, que vamos passar com a nossa cultura e não vamos tolerar atitudes machistas e xenofóbicas de lugar algum”.


No vídeo de Antônia Fontenelle, ela tenta se explicar para alguns seguidores. “Esse bando de desocupado, da máfia digital, que não tem nada o que fazer, se juntaram para me acusar de xenofobia. De novo? Isso não cola mais. Eu falei que ‘esses paraíbas começam a ganhar um pouquinho de dinheiro e acha que pode tudo’. Com paraíba, eu me refiro a quem faz ‘paraibada’, pode ser ele sulista, nordestino, o que for’. É uma força de expressão”, disse ela. Nas redes, Antônia foi criticada pela fala.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui