Covid-19: Pfizer entrega 3º lote seguido de 1 milhão de doses da vacina ao Brasil

O avião carregado com mais 1 milhão de doses da vacina contra Covid-19 da Pfizer chegou ao Brasil às 20h47 desta quinta-feira (22), pelo Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). É o 3º dos 13 lotes anunciados pela farmacêutica até 1º de agosto.

Os dois primeiros carregamentos da semana, também com 1.053.000 doses cada, chegaram na terça (20) e na quarta (21). Há uma nova entrega programada, nesta sexta (23), de 1.003.860 de doses do imunizante – veja relação abaixo.

Até o momento a Pfizer entregou 25 lotes ao país, totalizando 20,2 milhões das 200 milhões de doses contratadas pelo governo federal. A farmacêutica diz que vai cumprir o cronograma de entrega total até o final de 2021.

Segundo a Pfizer, as doses enviadas ao Brasil são produzidas na fábrica da Pfizer em Kalamazoo, no Michigan (EUA). Além da entrega de 13 milhões de doses até 1º de agosto, a operação será intensificada até setembro, com previsão de chegada de quase 70 milhões de doses no período.

No dia 20 de junho, a Pfizer enviou ao Brasil o primeiro lote de doses da vacina por meio do consórcio global Covax Facility. A entrega foi de 842 mil imunizantes.https://962ad1a9c2cd353fa79ae828bdb6e4b3.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Lote de vacinas da Pfizer é descarregado no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), em foto de junho de 2021 — Foto: Polícia Federal

Lote de vacinas da Pfizer é descarregado no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), em foto de junho de 2021 — Foto: Polícia Federal

As entregas

A Pfizer utilizou o Aeroporto de Viracopos para todas as entregas ao Brasil até agora. A primeira remessa teve 1 milhão de doses e foi recebida pelo país em 29 de abril, em cerimônia que contou com a presença do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

A logística de entrega das doses ao governo federal conta com apoio da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal. Equipes acompanham o desembarque em Viracopos e escoltam o transporte rodoviário das doses até o centro de distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos (SP).

“As vacinas são despachadas de avião até o Aeroporto Internacional de Miami, nos Estados Unidos, para então seguir viagem rumo ao Brasil. Os imunizantes são descarregados do avião entre 30 minutos e 1 hora, dependendo da quantidade, e enviados para o centro de distribuição do Ministério da Saúde, em Guarulhos”, informa a Pfizer, em nota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui