Variante Delta motiva volta de barreiras sanitárias em Campina Grande

A partir da próxima segunda-feira (13), Campina Grande deve voltar a ter barreiras sanitárias. De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES-PB), a cidade concentra mais de 42% dos casos de infecção e mortes ocasionadas pela variante Delta do novo coronavírus.

Dos 125 casos registrados, 53 foram diagnosticados em campina. A cidade teve 3 dos 7 óbitos ocorridos na Paraíba. 

O secretário de Saúde do município, Felipe Reul informou que as barreiras devem se concentrar em postos da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Também serão feitas ações de testagem para diagnóstico da Covid-19 em feiras e associações dos bairros com maiores índices de contaminação.

Na última quarta-feira (8), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) enviou as análises de 131 casos, confirmando 100 para a variante Delta e 31 para a variante Gama. Confira como estão distribuídas as notificações da variante delta:

  • Alagoa Nova – 16 casos
  • Barra de Santana – 2 casos
  • Brejo do Cruz – 1 caso
  • Cabedelo – 1 caso
  • Cajazeiras – 1 caso
  • Campina Grande – 53 casos
  • Caturité – 2 casos
  • Conde – 1 caso
  • Cruz Espírito Santo – 1 caso
  • Guarabira – 2 casos
  • Itabaiana – 1 caso
  • João Pessoa – 20 casos
  • Juazeirinho – 2 casos
  • Junco do Seridó – 7 casos
  • Lagoa Seca – 4 casos
  • Massaranduba – 1 caso
  • Matinhas – 1 caso
  • Patos – 1 caso
  • Pedra Lavrada – 1 caso
  • Pombal – 1 caso
  • Queimadas – 2 casos
  • Santa Rita – 1 caso
  • Salgado de São Félix – 1 caso
  • Santo André – 1 caso

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui