Angélica conta perrengues para segurar xixi: ‘Você perde a razão, não tem como’; entenda!

Sabe aquele sufoco para segurar xixi quando estamos longe de um banheiro? No podcast Donos da Razão, do GshowAngélica conversou com Foquinha e Brandt, e mostrou que é gente como a gente e tem várias histórias de aperto – principalmente durante as gestações dos três filhos Joaquim, Benício e Eva (as mulheres que estão ou já estiveram grávidas se identificam!).

Nem on, nem off, a mãe tá apertada

Enquanto esteve grávida de Joaquim, Benício e Eva, ela disse que teve muita dificuldade em segurar a vontade de fazer xixi. “Você perde a razão, não tem como”, diz sobre a tarefa de reprimir a vontade. Para aliviar, conta que chegava a parar o carro nos acostamentos, abrir a porta e usar um copinho. Até que uma descoberta amenizou o problema: “Xixi no copinho é tipo normal. Agora, eu descobri um negócio que você faz xixi num saquinho e o xixi vira gel. Então eu faço xixi no carro, onde for”, revelou Angélica.https://f361f2119cad8c0981ebb01542c4a2fa.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

E não parou por aí

Angélica com os filhos Eva,  Joaquim e Benício — Foto: Reprodução/Instagram

Angélica com os filhos Eva, Joaquim e Benício — Foto: Reprodução/Instagram

Mas foi durante uma viagem de helicóptero com o marido, Luciano Huck, e os dois primeiros filhos ainda pequenos, Joaquim e Benício, que a apresentadora contou ter passado um supersufoco para se segurar. O que fazer? Faltavam 40 minutos para chegar ao destino e eles estavam no ar! O jeito foi bem inusitado…😆

“Antes de descobrir esse saquinho, eu estava num helicóptero, com muita vontade de fazer xixi, e a viagem era de uma hora e meia, não tinha jeito, como é que vai fazer? E aí tinham as fraldas dos meus filhos”, lembra ela.

“E faltando ainda 40 minutos para chegar, eu não tinha a menor condição, falei: ‘não vou aguentar’. Pegamos aqueles panos de bebê, cueiro, e cobrimos para os pilotos não verem. Tinham as fraldas dos meus filhos, o Joaquim e o Benício eram pequenos, nem tinha a Eva ainda”.

Foram cinco fraldas. Então eu abaixei e fiz xixi na fralda! E ia trocando as fraldas, sabe assim? Estávamos eu, Luciano, a babá e as duas crianças chocadas!”, relata.

“Não sei se traumatizou, ou se eles pensaram ‘não, tudo bem, a vida é livre, minha mãe é livre, todo mundo é livre’ (risos). Olha, vou te falar, foi triste, porque aí acabaram as fraldas, mas o meu xixi não acabou. E aí eu segurei o restinho que sobrou e quando eu cheguei saí correndo desesperada para ir ao banheiro.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui