‘Isso é uma balela’, diz João sobre discurso de Bolsonaro que transfere para governadores culpa por aumento de combustíveis

O governador João Azevêdo, durante entrevista ao programa 60 minutos, do Sistema Arapuan de Comunicação nesta sexta-feira (1°), chamou de ‘balela’ o discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que tenta transferir para prefeitos e governadores a ‘culpa’ pelo aumento no preço dos combustíveis.

O chefe do Executivo paraibano lembrou que o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) não pode sofrer alterações sem passar antes pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), ao desmentir a narrativa de aumento e, mesmo colocando em pauta uma redução, a mesma não surtiria efeito enquanto a política de preço da Petrobras não for alterada.

“Isso é uma grande balela [de Bolsonaro], a incompetência do governo transfere para outras esferas a não resolução dos seus problemas. A questão do ICMS precisa de uma Lei para a Assembleia. E quando foi que mandei uma? Então o preço subiu não por causa do ICMS, mas pela política de preço da Petrobras que é equivocada”, disse João.

“Essa política não leva a função social que ela tem, só tem preocupação com acionistas, são bilhões que poderia subsidiar no mínimo o gás de cozinha para pessoas que estão se queimando porque estão se queimando com madeira, lenha, porque não tem dinheiro para comprar gás. E o governo federal achou uma maneira de resolver isso, transferir a culpa paro governo federal”, afirmou o governador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui