Jovem apontada pela polícia como pivô de mortes no Paraguai vive à sombra do poder e do luxo em Pedro Juan Caballero

Mirna Keldryn Romero, de 22 anos, se define como “blindada, amada e mimada” em suas redes sociais. O mundo da web da jovem paraguaia proporciona um passeio pela vida de famílias ricas e poderosas de Pedro Juan Caballero, capital do Departamento de Amambay.

De acordo com reportagem do jornal O Globo, ela foi flagrada pela polícia do Paraguai dentro da cela de um traficante suspeito de ser o mandante da chacina que resultou na morte de quatro pessoas no último sábado (9), entre elas duas brasileiras.

Em suas redes sociais, ela posta fotos com a família e ao lado da irmã que costuma participar de concursos de miss. Além disso, ela gosta de mostrar cerimônias majestosas, como a do próprio casamento, que aconteceu em 2019.

Ela também gosta de aparecer super produzida ou de biquíni à beira da piscina. Mirna é filha de Oscar Romero, atual secretário de Salubridade e Higiene da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui