Ex-secretário de Educação de Riachão do Poço é condenado por efetuar empréstimos consignados fraudulentos em nome de terceiros

O ex-secretário de Educação do Município de Riachão do Poço (PB), Cosmo José da Silva, foi sentenciado e condenado pela Justiça da Paraíba nos autos do Processo Judicial n. 0003458-60.2014.8.15.0351 por atos de improbidade administrativa, a partir de Denúncia do Ministério Público da Paraíba (MPPB), que narrou que o ex-servidor público demitido teria, quando no exercício da função pública, efetuado ilegalmente em nome de professores do ensino básico do município empréstimos consignados.


Segundo a sentença, aproveitando-se do fato de ser o superior hierárquico dos professores, bem como da confiança que gozava destes, contratou, mediante fraude, no mês de abril de 2013, três empréstimos em consignação, junto à Agência do Banco do Brasil na cidade de Sapé, em nome dos três professores do Município de Riachão do Poço (PB), no prazo de 52 meses, totalizando o valor de R$ 62.000,00.
O ex-secretário de Educação de Riachão do Poço (PB), Cosmo José da Silva, foi condenado à perda da função pública, ressarcimento integral do dano, multa civil, proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, e ainda tem contra si a ação penal n. 0002916-76.2013.8.15.0351, pendente de julgamento, pelos mesmos fatos, a partir de Denúncia do Ministério Pública da Paraíba, por estelionato e peculato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui